ΑΝΑΚΟΙΝΩΣΕΙΣ:   
Επιστροφή στα Νέα

ΖΟΖΕ ΜΟΥΡΙΝΙΟ: <<ΟΤΑΝ ΧΑΝΟΥΜΕ, ΚΥΡΙOΣ ΥΠΕΥΘΥΝΟΣ ΕΙΜΑΙ ΕΓΩ>>

"Quando perdemos, o principal responsável sou eu"

José Mourinho falou sobre o mau arranque de temporada do Real Madrid, que considera ser culpa sua, e garantiu que a relação com os jogadores "não podia ser melhor".

 

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo entre Real Madrid e Manchester City, José Mourinho falou sobre o mau começo de época dos merengues, que voltaram a ser derrotados no fim-de-semana, no reduto do Sevilha.

""Acho que não há dúvidas, o principal reponsável sou eu. Nas minhas equipas, quando ganhamos, ganhamos todos e quando perdemos, o primeiro reponsável sou eu", declarou o técnico madridista, garantindo que está de olhos postos nos duelos que aí vêm.

"O futebol é hoje e amanhã, não ontem. O ontem é história - não fui capaz de manter toda a gente motivada e concentrada." Ainda assim, Mourinho garante que não se sente pressionado: "A mim ninguém me pressiona, pressiono-me a mim mesmo. Ninguém me motiva, motivo-me a mim mesmo."

O treinador português aproveitou ainda para criticar as interrupções na pré-temporada e início do campeonato, relacionadas com compromissos internacionais: "A pré-época foi interrompida por uma aberração que existe no calendário e a que temos que nos adaptar. Primeiro separa os jogam no Euro dos que não jogam. Logo depois de começar a Liga, cada internacional vai para onde a sua federação quer, é uma aberração."

Sobre o encontro com o City, o primeiro da fase de grupos da Liga dos Campeões, Mourinho não se alongou. "Jogar contra o City motiva-me tanto como jogar contra o Getafe. Amanhã vamos ter uma equipa determinada, compacta, solidária."